Categorias
Mundo

Trump ordena que governadores reabram as igrejas imediatamente: “Precisamos de mais oração, não menos”

 

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou ontem que os governadores do estado reabram as igrejas “agora” e ameaçou negar aqueles que não o fazem. Trump criticou que alguns permitiram abrir clínicas de aborto e não templos religiosos.

(Agências / InfoCatólica) Em entrevista coletiva, Trump disse que o Centro de Controle de Doenças dos EUA (CDC) publicará “sob minha direção” novas diretrizes para as igrejas reabrirem.

O presidente acrescentou que  as instalações religiosas serão classificadas como “locais essenciais que prestam serviços essenciais” , enquanto denuncia o fato de que os governadores classificaram as lojas de bebidas alcoólicas e as clínicas de aborto nessa categoria, mas não nas igrejas.

Trump foi forte:

” Se não o fizerem, rejeitarei os governadores. Na América, precisamos de mais oração, não menos . Se você tiver alguma dúvida, precisará me ligar. Mas eles não terão sucesso nessa ligação »

O presidente disse que o CDC “começará com alguns estados que têm sido muito resilientes. Infelizmente, muitos governadores democratas, neste caso, acham que é uma boa política manter os templos fechados. Mas o que eles estão fazendo? Eles estão se machucando. Eu não acho que seja uma boa política . Eles estão prejudicando sua condição e isso não é bom ». E acrescentou que muitos desses governadores democratas não haviam tratado as igrejas com respeito.

Questionado se ele “deu prioridade à reabertura das igrejas em detrimento de outros estabelecimentos”, Trump respondeu: “Não, de maneira alguma”, mas insistiu que elas ” são muito importantes para a psicologia do nosso país . Eles são essenciais. É maravilhoso sentar em casa e assistir algo em um laptop, mas nunca pode ser o mesmo que estar em uma igreja e estar com seus amigos »