Categorias
Brasil

Oração para pedir a intercessão de Monsenhor Jonas Abib é divulgada

A oração tem aprovação eclesiástica, mas não deve ser rezada em público

Por Aleteia – O bispo da diocese de Frederico Westphalen (RS), Dom Antônio Carlos Rossi Keller, publicou uma oração para a devoção privada, pedindo a intercessão do Monsenhor Jonas Abib. O fundador da Canção Nova e precursor da Renovação Carismática no Brasil morreu no dia 12 de dezembro de 2022.

Mas por que uma oração para alguém que não foi declarado santo?

Trata-se de uma tradição que acontece sempre que alguém morre com fama de santo. Com a oração, dá-se início a uma devoção, que deve acontecer apenas de forma privada. Assim, se as pessoas alcançarem graças através desta oração, essas graças podem ser levadas em conta em um futuro processo de canonização.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Vale ressaltar que a oração tem aprovação eclesiástica.

Oração privada pela intercessão do Pe. Jonas Abib

“Santíssima Trindade, fonte de toda a santidade, nós vos louvamos e agradecemos pela vida de vosso servo, fundador da Canção Nova e nosso irmão, Pe. Jonas Abib, que assemelhando-se a Cristo, dedicou sua vida, com amor e zelo ao cuidado do vosso rebanho, promovendo na Igreja novas formas de evangelização.
Concedei-me, ó trindade santa, pela intercessão do Pe. Jonas Abib, a graça que vos suplico [pedir a graça].
Por Cristo, Nosso Senhor Amém.
[Pai-nosso, Ave-Maria, Glória ao Pai]
Com autorização eclesiástica.
Dom Antonio Carlos Rossi Keller”

Ao final da oração, Dom Antonio Carlos Rossi Keller pede que as graças alcançadas através da oração sejam comunicadas à Canção Nova. Ele também reforça: “Em conformidade com os decretos do Papa Urbano VIII, declaramos que em nada se pretende prevenir o juízo da Autoridade eclesiástica, e que esta oração não tem finalidade alguma de culto público.”

Conheça sua vida e obra e emocione-se assistindo um documentário especial em série sobre a vida deste grande sacerdote, Monsenhor Jonas Abib. Clique aqui para assistir.

Continua depois da publicidade