Categorias
Mundo

Imagem de Nossa Senhora resiste a erupção de vulcão em La Palma

Uma imagem de Nossa Senhora de Fátima na ilha de La Palma, Espanha, se manteve intacta, apesar de estar a poucos metros do vulcão, que está em erupção há mais de 45 dias.

Cumbre Vieja, na ilha de La Palma, no arquipélago das Canárias, está em erupção desde 19 de setembro.

A foto da imagem de Nossa Senhora, esculpida em granito branco e com dois metros de altura que guarda o Vale do Aridane, foi recebida pelos fiéis como sinal de esperança.

Segundo o jornal espanhol ABC, os bombeiros de La Palma, que conseguiram chegar à área, contaram a história de uma moradora que pediu que levassem uma flor à Virgem para lhe pedir o fim da erupção.

A relação da imagem de Nossa Senhora de Fátima com os fiéis de Las Palmas tem uma longa história e está relacionada com a erupção de outro vulcão.

Em 1949, o vulcão San Juan ameaçou destruir Las Manchas, por isso o pároco da ermida de são Nicolau, padre Blas Santos Pérez, e os vizinhos, pediram a intercessão de Nossa Senhora de Fátima para que a lava não penetrasse na área povoada.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O pároco de El Paso, padre Domingo Guerra, disse à COPE que “a lava deixou de atingir o núcleo de Las Manchas, perto da sua paróquia, São Nicolau de Bari, que data do ano 1700”.

“O meu companheiro padre Blas, que era então pároco de São Nicolau de Bari, encomendou a construção do monumento justo onde parou a lava e pediu que ali fosse colocada uma imagem de Fátima”, acrescentou.

Em 1951 começaram as obras de construção da imagem, inaugurad em 1960. Todo ano, em 13 de maio e em 13 de outubro, celebra-se missa no altar de granito do monumento.

“Além disso, também se reza um rosário em honra da Virgem de Fátima”, acrescentou o padre Guerra.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O padre acrescentou que a atual erupção vulcânica não atingiu a área, “parou a cerca de oitenta metros do cemitério e a 500 metros da igreja de são Nicolau”.

“As imagens do templo foram removidas, mas não afetou a construção do templo”, comentou.

O padre Guerra destacou que não será fácil que o magma chegue, porque teria que passar por cima da “lava criada em 1949. Os rios de lava vão normalmente para o mar. Como há grande quantidade de pedras grandes, transborda para os lados”, explicou.

Fonte: ACI Digital

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE