Categorias
CNBB

EM NOTA, CNBB CONDENA POSTURA PRÓ ABORTO DO GOVERNO LULA

Na mesma semana em que a CNBB finalmente emitiu uma nota contra o avanço do terrível mal do aborto no Brasil, também tivemos notas de bispos em apoio ao governo e ainda fizeram pouco caso do avanço do aborto, como pode ser visto nesta matéria.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) divulgou na manhã desta quarta-feira, 18 de janeiro, uma nota na qual manifesta reprovação a toda e qualquer iniciativa que sinalize para a flexibilização do aborto a exemplo das últimas medidas do Ministério da Saúde, constantes da Portaria GM/MS de nº 13, publicada no último dia 13. 

A portaria permitiu a desvinculação do Brasil com a Convenção de Genebra e a revogação de outra portaria que determina a comunicação do aborto por estupro às autoridades policiais. A Nota da CNBB pede esclarecimento do Governo Federal considerando que a defesa do nascituro foi compromisso assumido em campanha.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No documento, a CNBB reitera que “a hora pede sensatez e equilíbrio para a efetiva busca da paz e reforça que é preciso lembrar que qualquer atentado contra a vida é também uma agressão ao Estado Democrático de Direito e configura ataques à dignidade e ao bem-estar social”. Confira, abaixo, a íntegra do documento.

Em contraste à nota emitida pela CNBB, nesta semana tivemos também uma nota assinada pelo bispo da diocese de Governador Valadares – MG, na qual demonstra apoio ao governo, e ainda demonstrou desdém com relação à defesa da vida. É possível ler a nota do bispo da diocese de Valadares na íntegra, no final da matéria.

Leia também:
PT E CRISTIANISMO: CASAMENTO IMPOSSÍVEL

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A VIDA EM PRIMEIRO LUGAR

Nota da CNBB

“Diante de vós, a vida e a morte. Escolhe a vida!” (cf. Dt 30,19)

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) não concorda e manifesta sua reprovação a toda e qualquer iniciativa que sinalize para a flexibilização do aborto. Assim, as últimas medidas, a exemplo da desvinculação do Brasil com a Convenção de Genebra e a revogação da portaria que determina a comunicação do aborto por estupro às autoridades policiais, precisam ser esclarecidas pelo Governo Federal considerando que a defesa do nascituro foi compromisso assumido em campanha.

A hora pede sensatez e equilíbrio para a efetiva busca da paz. É preciso lembrar que qualquer atentado contra a vida é também uma agressão ao Estado Democrático de Direito e configura ataques à dignidade e ao bem-estar social.

A Igreja, sem vínculo com partido ou ideologia, fiel ao seu Mestre, clama para que todos se unam na defesa e na proteção da vida em todas as suas etapas – missão que exige compromisso com os pobres, com as gestantes e suas famílias, especialmente com a vida indefesa em gestação.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


Não, contundente, ao aborto!


Possamos estar unidos na promoção da dignidade de todo ser humano.

Brasília-DF, 18 de janeiro de 2023

Dom Walmor Oliveira de Azevedo
Arcebispo de Belo Horizonte (MG)
Presidente da CNBB

Dom Jaime Spengler
Arcebispo de Porto Alegre (RS)
Primeiro Vice-Presidente da CNBB

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Dom Mário Antônio da Silva
Arcebispo de Cuiabá (MT)
Segundo Vice-Presidente da CNBB

Dom Joel Portella Amado
Bispo auxiliar da arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro (RJ)
Secretário-geral da CNBB

Leia também
Padre Léo sobre Lula: “Se transformou em um instrumento do encardido!”

BISPO DE GOVERNADOR VALADARES EMITE APOIO A LULA E DIZ: “ABORTA QUEM QUER”

Em contraste à nota emitida pela CNBB, nesta semana tivemos também uma nota assinada pelo bispo da diocese de Governador Valadares – MG, na qual demonstra apoio ao governo, e ainda demonstrou desdém com relação à defesa da vida.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Amados irmãos, amadas irmãs!

Nos últimos tempos, o povo brasileiro tem convivido com muita tensão e agressividade por causa da polarização política. Passadas as Eleições e com a posse do novo Governo, é hora de reconstruirmos as relações que foram feridas ou desfeitas, inclusive entre cristãos e católicos. É hora de retomarmos a vida com esperança de dias melhores, sem medo do comunismo, mesmo porque o presidente eleito já esteve no poder por dois mandatos e o seu partido, por quatro mandatos, e nada disso aconteceu. Nada de medo! É hora de termos fé e confiança em Deus, que tem o comando de tudo.

Não podemos nos esquecer de que todo extremismo é ruim, tanto o de esquerda como o de direita. Porém, temos que ter medo, não do comunismo, um movimento extremista de esquerda, que está quase extinto. Temos que ter medo é do fascismo, movimento de extrema direita, cujos defensores instrumentalizam a Pátria, a Família e a Religião a serviço dos seus interesses políticos, econômicos e ideológicos; pessoas que defendem a intervenção militar e o armamento da população; que invadem e destroem prédios e lugares públicos e incendeiam veículos; que promovem premeditadamente a desinformação; que agridem até fisicamente quem pensa diferente deles…

Instrumentalizam a Pátria, porque não respeitam as suas instituições democráticas, questionam o sistema eleitoral e o resultado das eleições, sem prova alguma de que tenha havido, de fato, alguma irregularidade.

Instrumentalizam a Família, porque dizem que são contra o aborto, mas muitas dessas pessoas já o praticaram. Muitos, por exemplo, são donos de farmácia e, sem nenhum peso de consciência, vendem a pílula do dia seguinte, que é abortiva. Isso é incoerência! Depois, a lei do aborto não obriga ninguém a abortar; aborta quem quiser. Os donos de farmácia também não são obrigados a vender a pílula do dia seguinte. Mas por que a vendem? Não será porque o lucro fala mais alto do que sua consciência!

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Instrumentalizam a Religião, porque a usam em benefício próprio ou do seu grupo, a fim de conseguirem os seus intentos maquiavélicos e desonestos. Deturpam de propósito o sentido da Palavra de Deus e fazem do templo um lugar para campanha eleitoral e para falar mal dos adversários – o que não condiz com a verdadeira Religião.

Deixemos de dar ouvidos às falsas notícias, veiculadas nas redes sociais! Por que acreditarmos em mentiras oriundas de fontes duvidosas, se temos tantos meios para obtermos informações verídicas!

Quem segue de fato a Jesus Cristo põe em prática o amor a Deus. Mas ao Deus Criador e Salvador, Deus da Vida e da Misericórdia, e não a um falso deus, que é contra o aborto, mas aprova o porte e uso de armas de fogo, que matam pessoas inocentes; e que fecha os olhos à destruição criminosa do meio ambiente para que empresas multinacionais possam obter lucros exorbitantes à custa do sofrimento do povo.

Quem segue de verdade a Jesus Cristo põe em prática o amor ao próximo. Mas a todos, sobretudo os mais fracos e necessitados, inclusive os inimigos, assim como Jesus nos amou, doando a sua vida na Cruz por nós e pela salvação de toda a humanidade.

Por isso, venho conclamar a todos a deixarmos de lado as diferenças e as divisões, a nos unirmos em vista do bem comum, sem preconceitos, discriminações, provocações e polarizações, mas com muita abertura ao perdão, ao diálogo, à solidariedade e à paz.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Meu abraço amigo, minha bênção! Fiquem com Deus.

Texto na íntegra em: www.diocesevaladares.com.br

Leia também
Palácio do Planalto é consagrado a Exú em ritual de candomblé

Continua depois da publicidade