Categorias
Total Consagração a Nossa Senhora

A Origem da Total Consagração a Nossa Senhora

 

A Santa Escravidão a Jesus por Maria é uma prática de devoção antiguíssima, remontando aos primeiros séculos da Igreja.

Com o passar dos séculos, experimentou uma admirável evolução, no sentido que cada vez se compreendeu melhor o que esta prática significava no contexto da fé.

Começando pela Espanha onde Nossa Senhora do Pilar (Sec. I) tinha prometido fazer surgir um grupo de fiéis escravo e onde Santo Idenfonso (Séc. VII) se intitulava “escravo da escrava do Senhor”, passando pela escola francesa do século XVII do cardeal de Bérulle, Boudon, Olier, Condrém, São João Eudes, etc. Foi em São Luís Grignion de Montfort que a doutrina e a prática da Santa Escravidão encontrou sua expressão mais perfeita, sendo também, por meio deste grande apóstolo de Maria, que esta prática devocional tornou-se popular.

A doutrina e espiritualidade da Santa Escravidão de Amor foram imortalizadas por São Luís Grignion de Montfort, no célebre escrito: “O Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem”.

Tal livro demonstra com muita sabedoria, clareza e unção quem é a Santíssima Virgem, qual é o seu papel na vida da Igreja e de cada pessoa em particular.

Assista uma formação completíssima sobre a Total Consagração a Nossa Senhora, ou como é conhecida, a Santa Escravidão a Jesus por Maria.

Clique aqui para assistir:

ALERTA PARA O TEMPO DE ELEIÇÕES!

Espere, não vá embora ainda! Clique aqui para assistir uma formação essencial para nós católicos neste tempo de eleições: Como um cristão deve votar? Assista e compartilhe este vídeo com seus amigos e familiares: