Categorias
Sacramento da Comunhão

A Modéstia e a Comunhão na visão de Lúcifer

 

Padre Pellegrino Ernetti descreve em seu livro “La Catechesi di satana” (A Catequese de Satanás) algumas práticas que mais alegram o demônio durante a missa e também algumas que mais o enfurecem, conforme relata em alguns exorcismos:

O que Lúcifer gosta?
O próprio responde durante exorcismo:

  • A partícula na mão (hóstia), para que eu possa atropelar o seu Deus, esse Deus que matei; e posso celebrar as minhas missas (missas negras) com os meus sacerdotes que arrebatei Dele…
  • As saias curtas, com as quais arrebato homens e mulheres e preencho o meu reino (gargalhadas longas); que feliz… que alegria… que feliz…

O que desagrada Lúcifer?

  • A refeição onde se come a Carne e o Sangue daquele Crucifixo que matei… E aqui me encontro desarmado… Já não tenho forças para lutar… os que se alimentam desta Carne e bebem este sangue se tornam fortíssimos contra mim, tornam-se invencíveis às minhas seduções e tentações astutas, parecem diferentes dos outros, parecem ter uma luz especial e inteligência muito rápida… me percebem de repente… e afastam-se de mim e me expulsam como se fosse um cachorro…

    Que triste, que dor lidar com esses canibais… (gritos de choro!)… Mas eu os perseguirei ferozmente e muitos vão comer aquela hóstia em pecado… hahaha, que alegria… eles odeiam seu Deus e O comem, hahaha! Minha vitória… minha vitória… urrah… urrah…
  • Quão insensatos são aqueles que perdem horas e horas de dia e de noite, de joelhos, adorando um pedaço de pão escondido em uma caixa no altar daquele falso Deus (Hora de adoração). Quanta raiva essas pessoas me fazem! Destroem-me todas as minhas obras, que obtenho de tantos sacrilegos cristãos, padres, freiras e bispos… Quantos sacrilegos ceifados constantemente é minha vitória incessante. Quanta dor… Quanta raiva essas adorações irracionais…!

(Revelações em alguns exorcismos das gravações de Padre Pellegrino Ernetti, exorcista)

Leia também


Faça uma pausa na leitura para assistir uma formação especial:
Como viver bem a Quaresma?