Categorias
Vida dos Santos

Santo Tomás de Aquino e a vaca voadora

 

O dia 1º de abril, que é conhecido como o dia da mentira, é a ocasião perfeita para que nós possamos meditar sobre o 8º mandamento: Não Levantar Falso Testemunho. Veja essa história de Santo Tomás de Aquino e a vaca voadora…

Santo Tomás e a vaca

‘Consta que o tímido e bonachão Tomás debruçava-se, como sempre, em uma pilha de livros e escritos, sempre em produção frenética. Alguns monges se aproximam e decidem pregar uma peça no compenetrado monge:

– “Tomás, Tomás! Veja! Uma vaca voando!”

Tomás saltou da cadeira e, reclinado ao parapeito, vasculhou os céus em busca da vaca, enquanto em torno os outros monges explodiam numa gargalhada coletiva.

– “Ora, irmão Tomás, então sois tão crédulo a ponto de acreditardes que uma vaca pudesse voar?”

Surpreendido, o santo se explicou:

“É que achei mais razoável uma vaca voar do que um frei mentir.”

O Pecado contra o 8º Mandamento: Não levantar falso testemunho (Ex 20, 16)

Antes de continuar a leitura, assista esta importante formação:

“Se vós me amais, guardareis os meus mandamentos” (Jo 14,15).

A observação dos mandamentos exige duas coisas uma positiva (fazer o que os mandamentos mandam) e uma negativa (não fazer o que os mandamentos proíbem)

O 8º mandamento propõe:

  • dizer oportunamente a verdade, isto é, falar e proceder de acordo em o que se pensa no íntimo, (cf. Mt 5, 37; Tg 5, 12);
  • a pratica da correção fraterna,
  • a denuncia, quando a correção fraterna não basta,
  • interpretar no bom sentido as ações do próximo.

O 8º mandamento proíbe:

  • a mentira;
  • o falso testemunho;
  • a calunia;
  • a detração (ou murmuração);
  • a dúvida, a suspeita, o juízo temerário, o respeito humano, o sacrilégio na confissão;
  • a adulação;
  • a bajulação;
  • a ostentação, a hipocrisia.

Exame de Consciência referente ao Oitavo Mandamento

Oitavo Mandamento: Não levantarás falsos testemunhos contra o teu próximo.

  1. Menti a respeito de alguém (calúnia)?
  2. As minhas mentiras causaram a alguém danos materiais ou espirituais?
  3. Fiz julgamentos temerários a respeito de alguém (isto é, acreditei firmemente, sem provas suficientes, que eram culpados de algum defeito moral ou crime)?
  4. Atingi o bom nome de alguém, revelando faltas autênticas mas ocultas (maledicência)?
  5. Revelei os pecados de outra pessoa?
  6. Fui culpado de fazer intrigas (isto é, de contar alguma coisa desfavorável que alguém disse de outra pessoa, para criar inimizade entre eles)?
  7. Dei crédito ou apoio à divulgação de escândalos sobre o meu próximo?
  8. Jurei falso ou assinei documentos falsos?
  9. Sou crítico ou negativo sem necessidade ou falto à caridade nas minhas conversas?
  10. Lisonjeei outras pessoas?

Clique aqui para ler o Exame de Consciência completo.

Leia também: