Categorias
Notícias

Polônia sofre ataques do demônio por sua Devoção a Nossa Senhora, afirma Arcebispo

Satanás não pode digerir o culto à Mãe de Deus e a São Miguel Arcanjo.

(Gaudium Press) Dom Józef Michalik, Arcebispo de Przemysl, Polônia, e anterior Presidente da Conferência Episcopal Polonesa, presidiu uma Missa no domingo, 29 de setembro no Santuário de São Miguel Arcanjo em Miejsce Piastowe. Ao invocar a proteção do Príncipe das Milícias Celestiais, o prelado afirmou que Polônia sofre um especial ataque por parte do demônio por causa de sua devoção à Santíssima Virgem Maria, algo que o maligno não pode tolerar.

O Arcebispo explicou que os países católicos são alvos do maligno e alertou sobre a necessidade de defender-se espiritualmente. Irlanda, um país católico posto como exemplo por Dom Michalik, tinha uma porcentagem de assistência à Eucaristia de mais de 70 por cento de católicos há 20 anos. Dez anos depois, a porcentagem de fiéis praticantes havia diminuído pela metade e na atualidade a porcentagem poderia ser inferior a 10 por cento. O prelado lamentou que sob este ataque os cidadãos passaram a aceitar o aborto e a redefinição do matrimônio.

“Há um ataque contra a Polônia. Satanás não pode digerir o culto à Mãe de Deus e a São Miguel Arcanjo”, comentou o Arcebispo. “Necessitamos sentir-nos resguardados por sua proteção e o demônio não nos vencerá. Vocês devem confiar humildemente na ajuda de Deus”. Dom Michalik descreveu a missão do Santo Arcanjo como “cooperar com a realização do plano de salvação”. “Por este motivo, todas as pessoas que estão a favor de Deus e desejam implementar este plano de Deus deveriam acudir a ele por ajuda”.

O prelado recordou pregações do Papa Francisco nas quais se destacou a realidade da existência do demônio e a necessidade de ser cautelosos diante de seus enganos. “Recordem, vocês não tem que temer a Satanás e suas tentações. Somos filhos de Deus, Ele cuida de nós. Ele está perto de nós”, comentou o Arcebispo. “Nosso Anjo da Guarda, o Arcanjo Miguel, às vezes esquecemos de invocá-los, eles nos ajudam. Vocês simplesmente tem que acreditar em Deus e recordar que Satanás não tem acesso a um coração humilde”. (EPC)