Categorias
Brasil

Paróquia gera polêmica ao cancelar missas de preceito em função da onda de frio

Parece piada mas não é. Algumas pessoas podem até questionar se a paróquia fica em locais onde há muita incidência de neve, entretanto o fato ocorreu aqui mesmo no Brasil, na cidade de Campinas – SP.

Uma paróquia situada no distrito de Barão Geraldo em Campinas – SP emitiu um comunicado através das redes sociais informando que as missas de preceito, tanto presenciais quanto online, no final de semana estão canceladas.

O motivo seria para evitar “expor as pessoas a uma situação não saudável” e para não criar “uma situação de aglomeração” para “simplesmente cumprir preceito”. As temperaturas na região de Campinas chegaram ao menor nível dos últimos 20 anos, marcando abaixo de 4° na madrugada do dia 30 de julho.

O Monsenhor Roberto, que assinou o comunicado, termina o comunicado dizendo que a temperatura baixa pode causar maior dano a saúde de todos. E que no próximo final de semana a onda de frio terá terminado e eles voltarão ao ritmo normal.

Leia o comunicado na íntegra divulgado através das redes sociais da paróquia:

SOBRE AS CELEBRAÇÕES DESSE FIM DE SEMANA

Devido ao frio intenso, pra não expor as pessoas a uma situação não saudável, ficam canceladas as missas presenciais e ou On LINE neste final de semana. Não iremos criar uma situação de aglomeração e expor ao risco as pessoas simplesmente pra cumprir preceito. A temperatura baixa pode causar maior dano a saúde de todos. Essa onda perdura neste final de semana, mas no próximo voltaremos ao ritmo normal. Bom final de semana. Deus abençoe a todos ! Mons. Roberto

Diversos fiéis não gostaram da atitude do sacerdote e fizeram comentários de protesto, como podemos ver em algumas das fotos no final do texto.

O que há de errado em nossos tempos?

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Por Mons. Sérgio Costa Couto. Le saint Viatique (la communion portée à un mourant) en Bourgogne en hiver. Aimé Perret, 1873. — Um quadro, sob mais de um aspecto, provocante.

O quadro representa o esforço de um sacerdote e um grupo de fiéis, inclusive 2 coroinhas e algumas senhoras, para, com grande reverência, levar a última Comunhão a um moribundo: o VIÁTICO, que tem um rito próprio.

Estes dois aspectos interpelam a nossa geração (clérigos e leigos): não obstante as condições adversas,

• o Santíssimo deve chegar a quem dele necessita;

• há todo um empenho na dignidade da pequena procissão.

Leia abaixo os comentários…

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Comentários:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Comentários:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Comentários:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Comentários:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE