Categorias
Brasil

Padre Zezinho alerta protestantes: “assustam o povo simples com o demônio para vender as bênçãos da sua igreja”

O sacerdote denuncia uma “estratégia perigosa para a fé” e recorda: “Jesus alertou contra os falsos apóstolos”

Por Aleteia: O pe. Zezinho publicou em sua rede social uma crítica aos pregadores que apelam para o uso descontextualizado e manipulado da doutrina cristã sobre o demônio para assustar as pessoas simples. Ele escreveu:

“Primeiro eles assustam o povo simples, falando do poder do demônio. Dpois garantem que sua igreja ou seu grupo tem a bênção e a solução, porque Deus deu a eles o poder de expulsar demônios!”

O padre prossegue:

“Diz o Novo Testamento que Jesus tinha este poder e o deu aos apóstolos. Mas o mesmo Jesus alertou contra os falsos apóstolos, falsos profetas e contra falsas curas e milagres. Os verdadeiros apóstolos também alertaram contra os impostores do seu tempo! Está muito claro nos Evangelhos, nos Atos dos Apóstolos e nas Epístolas!

É sinal de nem todos os que invocavam o nome de Jesus tinham este poder! Dois mil após, há quem diga ter este poder. Você viu e ainda vê isto na TV religiosa! Até porque, no tempo de Jesus e dos apóstolos, nem tudo eram demônios e ainda hoje não são! Eram e são somente sofrimentos físicos e mentais!

Jesus orientou os apóstolos sobre curas mais difíceis de operar. Quem acha que os ‘novos apóstolos e pregadores da fé’ têm o mesmo poder dado aos apóstolos de 2 mil anos, verifique as vidas daqueles e as destes de hoje! Nenhum dos apóstolos daquele tempo ficou rico! E, exceto um, todos morreram testemunhando sua fé!”

O pe. Zezinho finaliza:

“Quem sobe a um púlpito ou enfrenta câmeras e microfones dizendo que tem poder sobre os demônios corre o mesmo risco dos 7 filhos de Ceva, que eram exorcistas itinerantes! Algum lucro eles tinham com seus exorcismo (At 19,13-18)… Leia o que aconteceu com aqueles impostores que viviam usando o nome de Jesus para fazerem adeptos! Abra sua Bíblia e compare aqueles dias com o que acontece hoje.

Você já testemunhou estas expulsões de demônios na TV ou nos templos de agora? Acha que é a mesma coisa?”.

Leia também:
O Inferno existe! Por que padres e bispos que não advertem mais sobre ele?