Categorias
Catecismo Essencial Catequese

O que é a Graça?

 

Que é a Graça?

Entre todos os inúmeros presentes de Deus, chama-se GRAÇA o maior presente d’Ele, que é o poder de nos tornarmos verdadeiros filhos de Deus (cf. Jo 1, 12; 1 Jo 3,1).

  1. Corpo-Alma- Graça: Deus criou o homem com o Corpo, a Alma e a Graça. No momento da criação, o homem, por meio da Graça, tornou-se filho de Deus, herdeiro do Paraíso. A natureza do homem não exige a Graça; por isso a Graça é definida dom sobrenatural, isto é, superior a todas as exigências da natureza humana.
  2. Tríplice Graça: A teologia católica distingue três tipos de Graça:

Santificante (ou habitual) – dom sobrenatural, inerente à nossa alma, que nos faz justos, filhos de Deus e herdeiros do Paraíso.

Atual – dom sobrenatural, que ilumina a nossa inteligência, move e fortalece a nossa vontade a fim de que possamos conseguir, defender e aumentar a Graça Santificante, afastando o mal e operando o bem.

Sacramental – é o direito, que se adquire recebendo válida e licitamente qualquer sacramento, de ter, em tempo oportuno, as graças atuais necessárias para alcançar o fim próprio de cada sacramento.

  • Abraão-Israel- a Bíblia. Javé, para salvar a humanidade, que, depois do pecado original, estava marchando rumo à perdição eterna, chamou Abraão para formar, por meio dele, o Seu povo, Israel, com o qual fez uma aliança (cf. Gn 12-25).

O livro conta a história de Abraão e de Israel é a Bíblia, conjunto de 73 livros (46 do Antigo Testamento e 27 do Novo Testamento) inspirados por Deus (cf, 2 Tm 3,16). Fala-se de Abrãao em vários livros da Bíblia, mas especialmente no primeiro, Gênesis, nos capítulos de 12 a 25.

Também Israel, frequentemente, se afastou de Javé, adorou os ídolos e praticou coisas imorais.