Categorias
Festas de Nossa Senhora

Nossa Senhora da Confiança – 24 de Fevereiro

Santo do Dia – 24 de Fevereiro – Nossa Senhora da Confiança

Quando a palavra confiança era pronunciada por Nosso Senhor Jesus Cristo, operava nos corações uma profunda e maravilhosa transformação, diz um sábio escritor. A aridez das suas almas era umedecida por um orvalho celestial, as trevas de seus espíritos se transformavam em luz, a angústia era substituída por uma calma serenidade.

O mesmo convite que Nosso Senhor fazia outrora aos seus ouvintes, repete hoje a nós. Confiança! Como essa virtude é necessária nos dias de hoje! Como estão equivocadas as almas que, sentindo suas deficiências e misérias, mal ousam aproximar-se do Divino Salvador, com receio de que um Deus tão puro, tão excelso não se inclinaria para elas, não perdoaria suas faltas! Deus é Misericórdia, e desde que desejemos sinceramente converter-nos, Ele tem pena de nossa miséria, e de nós se aproxima para salvar-nos, para nos colocar junto ao seu Sagrado Coração.

Mais ainda: quis nos dar um meio de experimentarmos a bondade do modo mais eloquente possível em termos humanos, que é o carinho materno. Do alto da Cruz, no momento mesmo de entregar sua alma ao Pai, deu-nos sua própria Mãe para ser também nossa Mãe. .Mulher, eis aí o teu filho. (…) Filho, eis aí a tua Mãe!. (Jo 19, 26- 27). Como explica a Igreja desde seus primeiros séculos, em São João estava representada toda a humanidade.

Esse dom inenarrável de sermos, também, filhos da Mãe do Céu, nos facilita igualmente a prática da virtude da confiança Essas reflexões nos trazem à lembrança uma belíssima pintura de Nossa Senhora da Confiança a Madonna della Fiducia. venerada na Cidade Eterna, na capela do Pontifício Seminário Romano, vizinho à famosa Basílica de São João de Latrão.

A devoção a Nossa Senhora da Confiança surgiu na Itália há quase três séculos e está vinculada à venerável Irmã Clara Isabella Fornari, monja clarissa falecida em 1744, cujo processo de beatificação está em andamento. Ela foi privilegiada por Deus com graças místicas, entre as quais a de receber em seus membros os estigmas da Paixão.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Nutrindo uma devoção muito particular à Mãe de Deus, portava sempre consigo um milagroso quadro que a representa com o Menino Jesus nos braços. A essa pintura foram atribuídas graças e curas numerosas, e já no século XVIII começaram a circular pela Itália cópias dela, dando origem à devoção a Santíssima Virgem sob o título de Mãe da Confiança.

Uma das cópias acabou por se tornar mais célebre que a original, sendo levada para o Seminário Maior de Roma, o principal do mundo, por ser o seminário do Santo Padre, de onde ela se tornou padroeira. Todos os anos é venerada pelo próprio Pontífice, que vai visitá-la na festa da Madonna della Fiducia [em português: Nossa Senhora da Confiança], em 24 de fevereiro.

Desde cedo, Nossa Senhora mostrou aos seminaristas que – sempre que recorressem a Ela sob a invocação de Nossa Senhora da Confiança, podiam contar com seu poderosos auxílio nas piores situações. Nesse sentido, entre os fatos prodigiosos mais insignes contam-se as duas vezes (1837 e 1867) em que uma epidemia de cólera atingiu a Cidade Eterna, mas o Seminário Romano foi milagrosamente poupado pela poderosa intercessão de sua Padroeira. Além disso, na Primeira Guerra Mundial, cerca de cem seminaristas foram enviados à frente de batalha e se colocaram sob a especial proteção da Madonna della Fiducia. Todos retornaram vivos, graça que atribuíram à proteção da Santíssima Virgem. Em agradecimento, entronizaram o venerável quadro numa nova capela de mármore e prata.

Quando o famoso quadro do Seminário Romano ali chegou, vinha acompanhado de um antigo pergaminho, conservado intacto até nossos dias, o qual traz consoladoras palavras da Irmã Clara Isabel: “A divina Senhora dignou-Se conceder-me que toda alma que com confiança se apresentar ante este quadro, experimentará uma verdadeira contrição dos seus pecados, com verdadeira dor e arrependimento, e obterá de seu diviníssimo Filho o perdão geral de todos os pecados. Ademais, essa minha divina Senhora, com amor de verdadeira Mãe, se comprouve em assegurar-me que a toda alma que contemplar esta sua imagem, concederá uma particular ternura e devoção para com Ela”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A devoção a Madonna della Fiducia mostra-se particularmente benéfica quando se reza a jaculatória: minha Mãe, minha confiança!

Muitos são aqueles que se fortalecem na confiança, ou a recuperam, apenas por contemplar essa bela pintura, sentindo-se inundados pelo olhar maternal, sereno, carinhoso, encorajador da Rainha do Céu.

E o Divino Menino, também fitando o fiel, aponta decididamente o dedo indicador para a Santíssima Virgem, como a dizer:

Coloque-se sob a proteção dela, recorra a Ela, seja inteiramente d’Ela, e você conseguirá chegar até Mim.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No dia 5 de fevereiro de 2005, o Papa João Paulo II, falando aos seminaristas a respeito do gesto de Jesus presente no ícone de Nossa Senhora da Confiança disse que ao indicar a Mãe, parece que o menino Jesus, antecipa aquilo que falaria na cruz ao discípulo João: “eis a tua mãe”. Também eu hoje vos repito: eis a vossa Mãe, que deve ser amada e imitada com confiança total.”

TERÇO DE NOSSA SENHORA DA CONFIANÇA

Pai Nosso, Ave Maria e Glória.

Nas contas do Pai Nosso:

Ó Maria, em vossas mãos eu ponho esta súplica. Abençoai-a e depois apresentai-a a Jesus. Fazei valer o vosso amor de Mãe e o vosso poder de Rainha.

Nas contas da Ave Maria:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ó Maria, eu conto com vosso auxílio, cofio em vosso poder.

No final de cada mistério:

Entrego-me à vossa vontade, tenho confiança em vossa misericórdia.  Ó Mãe de Deus e minha Mãe, rogai por mim.

No final do terço:

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Ó Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, vós sois o nosso perpétuo socorro. Valei-nos; nós confiamos em vós.

Ó Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, vós sois a consoladora dos aflitos. Valei-nos; nós confiamos em vós.

Ó Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, vós sois o auxílio dos cristãos. Valei-nos; nós confiamos em vós.

Oração à Nossa Senhora da Confiança

Minha Mãe, uni-me cada vez mais a Vós, e uni-Vos cada vez mais a mim. 
Eu Vos agradeço a graça da confiança,
mas Vos peço que a torneis cada vez mais intensa
diante de cada fraqueza que eu sinta.
Nossa Senhora da Confiança, dai-me forças! 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Peço-Vos, ó Mãe,
que do alto do Céu desçam sobre vossos filhos, 
transpondo suave e vitoriosamente
camadas espessas de poluição e de pecado, 
vossas bênçãos maternais.

Como os discípulos de Emaús ao Divino Redentor,
nós Vos pedimos que essas bênçãos fiquem conosco,
porque se faz noite sobre o mundo.

A cada instante, a cada angústia, a cada necessidade,
ajudem-nos elas a manter a mais inteira e filial confiança em Vós.
Nossa Senhora, rogai por nós.

Amém!

Fonte: Arautos do Evangelho


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE