Categorias
Mundo

Morre a Rainha Elisabeth II

A rainha Elizabeth II, a monarca mais antiga do Reino Unido, morreu aos 96 anos, depois de reinar por 70 anos. A rainha subiu ao trono em 1952 e testemunhou uma enorme mudança social. Sua família se reuniu em sua propriedade escocesa depois que as preocupações com sua saúde aumentaram na quinta-feira.

A rainha Elizabeth II faleceu nesta quinta-feira (8), aos 96 anos de idade. A informação foi confirmada pelo Palácio de Buckingham. Após ordens médicas, a soberana havia cancelado toda a sua agenda de compromissos nos últimos dias e estava no Castelo de Balmoral, na Escócia, onde passava as férias. Toda a família estava com ela no local. A rainha teve quatro filhos, oito netos e 12 bisnetos.

Parentes da rainha foram chamados nesta quinta-feira para o Castelo de Balmoral, na Escócia. Os filhos e netos viajaram às pressas para a propriedade da soberana. O príncipe Harry e a esposa, Meghan Markle cancelaram compromissos da agenda da turnê.

Em fevereiro, a rainha testou positivo para o novo coronavírus o palácio declarou alerta máximo à saúde da soberana. Apesar de sua situação, a monarca não queria ter abandonado seus compromissos reais. Com sintomas leves de resfriado, em um primeiro momento, a rainha seguiu com sua agenda virtualmente, contra a sua própria vontade.

A princípio, com a morte da rainha, a linha sucessória determina que o novo rei seja seu filho mais velho, o príncipe Charles, que assim como Elizabeth, passará a ser o chefe supremo da Igreja Anglicana.

Leia também
Conheça Santo Agostinho da Cantuária, o apóstolo da Inglaterra

Reinado

Elizabeth estava há 70 anos no cargo de monarca suprema do Reino Unido e chefe da chamada Commonwealth, comunidade internaiconal composta por 53 países independentes, incluindo Canadá, Austrália, Jamaica, Bahamas, entre outros.

Considerada a monarca com o maior reinado da história da monarquia britânica, Elizabeth Alexandra Mary, nasceu em Londres, em 21 de abril de 1926, e se tornou a rainha Elizabeth II em 1952, com apenas 25 anos, após a morte de seu pai, o rei George VI. Foi coroada rainha do Reino Unido no ano seguinte. Quando foi coroada, já era casada desde 1947 com Philip, príncipe da Grécia e Dinamarca, com o qual teve quatro filhos. Philip faleceu no ano passado.

A sua subida ao trono era improvável, já que era filha do segundo na linha sucessória, Albert, o duque de York, irmão do então monarca o rei Edward VIII, que acabou renunciando para se casar com uma socialite americana divorciada. Com o reinado mais curto da história britânica, Edward nem chegou a ser coroado e seu irmão Albert assumiu o trono adotando o título de rei George VI.

Leia também
Conheça São Thomas More, mártir inglês padroeiro dos Governantes e Políticos

Participação na Segunda Guerra

Uma das histórias mais belas da rainha foi enquanto ainda era princesa, por volta do fim da Segunda Guerra mundial, na qual teve participação militar. Em 1945, Elizabeth se juntou ao Seriviço Territorial e fez treinamento como motorista e mecânica automotiva, sendo promovida a comandante júnior honorária. A futura rainha teve ainda o privilégio de festejar o fim da guerra junto ao povo, infiltrada como uma pessoa anônima junto de sua irmã, Margareth. Era o Dia da Vitória.

“Nós pedimos aos meus pais se poderíamos sair e ver nós mesmas. Lembro-me que ficamos aterrorizadas de sermos reconhecidas. Eu me lembro de várias pessoas desconhecidas dando os braços e caminhando por Whitehall, todos nós varridos por uma onda de felicidade e alívio”, disse Elizabeth em uma rara entrevista.

Com informações de Brasil Sem Medo –  Assine o BSM com 50% de desconto