Categorias
Mundo

Milagre de São Januário não acontece neste 16 de dezembro e preocupa católicos

 

O conhecido milagre da liquefação do sangue de São Januário costuma acontecer três vezes por ano: no primeiro domingo de maio, na festa do santo (19 de setembro) e em 16 de dezembro.

Porém neste dia 16 de dezembro de 2020, algo inusitado aconteceu: o sangue permaneceu sólido e não se liquefez! Foi isto que informou o jornal italiano Il Fatto Quotidiano. O fenômeno da liquefação acontece desde 1389, no século XIV, quando o milagre foi atestado pela primeira vez.

Nesta quarta-feira (16), após a missa das 9h, o abade da Capela de São Januário em Nápoles, Monsenhor Vincenzo De Gregorio, explicou que “quando tiramos a caixa do cofre, o sangue estava absolutamente sólido e continua absolutamente sólido”.

Clique aqui para ver o vídeo do sangue de São Januário que não se liquefez

O relicário foi guardado novamente na Capela e será retirado para a missa das 18h30, e os fiéis novamente poderão ver se o milagre ocorreu ou não.

Os “maus presságios” que a não-liquefação traz

Muitas pessoas acreditam que quando o milagre do sangue de São Januário não ocorre, é porque alguma catástrofe está para acontecer. E não é para menos… Alguns fatos da história contribuem para este medo.

  • Em setembro de 1939 o sangue não se liquefez e a Alemanha invadiu a Polônia, dando início à Segunda Guerra Mundial.
  • Em setembro de 1943, novamente o sangue não se liquefez, e os nazistas estavam em plena expansão na Europa.
  • Em 1973 foi a vez da terrível epidemia de cólera em Nápoles.
  • Em 1980, sem a liquefação do dia 19 de setembro, houve o grande terremoto em Irpinia em 23 de novembro.
  • Em dezembro de 2016 também não ocorreu, porém nada aconteceu após aquela data. Todavia, em outubro, ocorreu um terremoto de magnitude 6,2 que atingiu a região central da Itália.

São Januário, rogai por nós!

Com informações de ChurchPop.