Categorias
Filmes

Mel Gibson inicia produção de ‘A Paixão de Cristo 2’: A Ressureição

A sequência está sendo preparada há 10 anos, e já teve aproximadamente 6 roteiros diferentes, fontes apontam que filmagens começam em 2023, com Jim Caviezel reprisando o papel de Jesus.

Mel Gibson está prestes a fazer a continuação de seu filme ‘A Paixão de Cristo’ depois de 19 anos. Fontes próximas ao astro e diretor apontam para a imprensa especializada nos bastidores de Hollywood que as filmagens vão começar em breve e que Jim Caviezel irá reprisar seu papel de Jesus.

O eventual título já havia sido revelado no ano passado e é ‘The Passion of the Christ: Resurrection’ (A Paixão de Cristo: Ressurreição’, em livre tradução). Ainda não se sabe exatamente a história do longa, mas possivelmente trará os episódios documentados no Novo Testamento que vão da crucificação até a aparição de Jesus ressuscitado aos apóstolos e a subida aos céus.

O longa, segundo o jornalista Jordan Ruimy, destacará “as 24h que abrangem a paixão de Jesus, e os eventos que ocorreram três dias entre Sua crucificação e ressurreição”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A tão esperada sequência de “A Paixão de Cristo”, sucesso de bilheteria em 2004, começará a ser gravada, em 2023, por Mel Gibson. O veterano jornalista de cinema Jordan Ruimy anunciou, na última semana, que o artista finalmente filmará “A Paixão de Cristo: Ressurreição” dentro de alguns meses.

“Uma produção no final da primavera está sendo definida com Jim Caviezel para que retorne ao papel de Jesus”, escreveu Ruimy, que acrescentou: “Já faz muito tempo”. Segundo o jornalista, o longa “se concentraria nas 24h que abrangem a paixão de Jesus, e os eventos que ocorreram três dias entre Sua crucificação e ressurreição.”

Assista o emocionante testemunho do ator Jim Caviezel que interpreta Jesus Cristo no filme:

Já o site de entretenimento IMBD.com lista o novo filme com lançamento previsto para 2024. Uma sequência “está ruminando em desenvolvimento há cerca de dez anos”, postou Ruimy e emendou: “Gibson tem trabalhado arduamente com o roteirista de Coração Valente (Braveheart) Randall Wallace. Já houve seis rascunhos”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Gibson revelou que o filme lançado há 19 anos foi uma experiência espiritual. Ele compartilhou que se sentiu guiado por Deus para fazê-lo.

“Alguns anos atrás”, contou o ator ao DTS Voice, em 2004, “eu estava olhando pela janela, me perguntando por que não deveria pular. A vida não tinha sentido. Era chata. Sem propósito. Foi quando me voltei para Ele. Foi quando meu relacionamento com Cristo realmente começou a crescer. Eu era um cara mau, um cara realmente horrível. Meus pecados foram os primeiros a pregá-lo na cruz. Queria contar a história Dele”.

Veja o comentário do canal Linhagem Geek:

O primeiro longa-metragem foi um gigantesco sucesso dos anos 2000 e arrecadou mais de 600 milhões de dólares em bilheteria, tendo um custo de apenas 30 milhões. É até hoje o filme com classificação para maiores de 18 anos de maior bilheteria nos cinemas dos Estados Unidos. A produção criou um grande alvoroço principalmente por conta da sua violência gráfica.

Gibson já havia adiantado em 2016 seus planos para uma sequência de ‘A Paixão de Cristo’. “Claro, isso é um grande empreendimento, e você sabe, não é a ‘Paixão 2’. Chama-se ‘A Ressurreição’.”, afirmou. “Claro, esse é um assunto muito grande e precisa ser analisado porque não queremos apenas fazer uma simples representação dele – você sabe, leia o que aconteceu.”

Ele continuou: “Mas, para lê-lo [as escrituras sagradas], experimente e explore provavelmente mais profundamente significados do que se trata, vai levar algum tempo e Randall Wallace (o roteirista de ‘Coração Valente’) está à altura da tarefa.”

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Confira o trailer de ‘A Paixão de Cristo’.

Continua depois da publicidade