Categorias
Liturgia

Leigos também estendem as mãos durante o Pai-Nosso?

Tornou-se costume no Brasil que os fiéis levantem as mãos no momento da oração do Pai-Nosso na Missa. Sabemos que durante a Santa Missa há posições predefinidas tanto para o sacerdote que oferece o Santo Sacrifício, quanto para os leigos. Qual seria a orientação para este momento?

Michel Pagiossi Silva, autor da série de livros Entrarei no Altar de Deus, que busca ajudar tanto os Pastorais Litúrgicas, como aos Cerimoniários ou, com bastante modéstia, aos sacerdotes, na preparação das Celebrações mais comuns da Forma Ordinária do Rito Romano, livros que também são voltados para os fiéis interessados em entender o bom andamento da Santa Missa, vem nos ajudar a entender como os leigos devem se comportar neste momento da Santa Missa.

Segundo o autor, no Brasil é costume generalizado entre os fiéis, estender as mãos durante a oração do Pai-Nosso na Santa Missa, imitando os gestos do sacerdote celebrante.

PROCURANDO A RESPOSTA

A grande questão é: Nenhum livro litúrgico prevê que os fiéis rezem o Pai-Nosso com os braços estendidos.

E ainda, a Sacrossanctum Concílium (31) alerta para que os nos livros litúrgicos “procure-se que as rubricas tenham em conta a parte que compete aos fiéis”.

O QUE DIZ A HISTÓRIA

Pelo menos nos últimos mil anos de história, nunca foi previsto para os fiéis leigos o gesto de estender os braços em qualquer momento que seja na Santa Missa.

A RESPOSTA DA IGREJA

Em 1997 a Igreja publicou uma “Instrução acerca de algumas questões sobre a colaboração dos fiéis leigos no sagrado ministério dos sacerdotes” que diz:

“na celebração eucarística, aos diáconos e aos fiéis não-ordenados não é consentido proferir as orações e qualquer outra parte reservada ao sacerdote celebrante – sobretudo a oração eucarística com a doxologia conclusiva – ou executar ações e gestos que são próprios do mesmo celebrante.”

ESTÁ PROIBIDO

Assim, compreendemos que, não somente não há previsão para que os leigos estendam os braços durante a oração do Pai-Nosso, mas mais que isso: é proibido imitar os gestos do celebrante.

Logo, não devemos erguer as mão, como faz o sacerdote.

Leia também
Você sabia que a celebração da palavra NÃO substitui a Missa no Domingo?

COMO DEVEMOS NOS COMPORTAR NESTE MOMENTO?

Se a regra é não levantar as mãos, mas manter a mesma posição que já estávamos no restante da missa, qual a posição das nossas mãos durante a missa?

A posição ideal é que participemos da missa com as mãos postas, ou seja, em posição de oração, ou ao menos de mãos juntas na altura do abdômen.

Leia também
Bispo corrige equipe de canto durante a Missa: “Tem que seguir a liturgia, não dá para improvisar”