Categorias
Mundo

Haverá modo de sair desta situação eclesial?

Sacerdote alerta sobre submissão subserviente do clero ao estado e a crise na Santa Igreja.

A submissão subserviente da hierarquia da Igreja aos ditados do estado, representado pela direção geral da saúde, aquando da “crise” da covid 19, é, culpa minha, para mim incompreensível (desde quando a Pastoral, as Celebrações e a Liturgia da Igreja está submetida ao estado?). Acresce que as consequências, a nível da prática cristã católica, foram e são desastrosas.

A proliferação imensa de Missas transmitidas pelas chamadas redes sociais criou em muitíssimos católicos a convicção de que participar na Santa Missa nas Igrejas em comunidade com os outros fiéis ou assistir à Missa pela televisão ou internet era a mesma coisa. De facto, a diminuição patente de muitos fiéis na Eucaristia Dominical (e mesmo nas feriais) aí está como testemunho contra o desvario que nos acometeu.

Eu, evidentemente, como é do conhecimento geral, sou um tresloucado, não obstante, atrevo-me a sugerir que os Senhores Bispos e Cardeais ponham um limite mínimo, ou mesmo proíbam, a essas transmissões pelas redes sociais. Seria, sim, adequado proclamar as leituras e comentá-las, e nada mais. Acresce que o Episcopado português poderia fazer uma nota pastoral sobre a Eucaristia e a necessidade de nela participar presencialmente, para todos os que puderem – a ser lida em todas as paróquias nas Celebrações do Santíssimo Sacrifício, num Domingo.

Leia também
Padre denuncia o grande ensaio da Besta

Decresceu, também, drasticamente o número de intenções das Santas Missas. Também aqui me impressiona a ausência de uma indicação, de uma catequese, da parte dos Senhores Bispos, em Nota Pastoral ou de qualquer outro modo mais conveniente, que ensine e explique a importância e eficácia sobrenatural dessas intenções, e do respectivo estipêndio enquanto participação caritativa que proporciona maiores Graças naqueles que as mandam celebrar e que contribui para o sustento dos Sacerdotes e obras da Igreja.

À Honra e Glória de Cristo. Amém.

Padre Nuno Serras Pereira | Via Senza Pagare

Leia também
Padre faz importante alerta sobre a manipulação do cenário sociopolítico no Brasil pelo COVID-19