Categorias
Campanha da Fraternidade

Fiéis promovem ato de desagravo por sacrilégios em missa concelebrada por pastor

 

Fiéis se reuniram em frente a Paróquia Sagrado Coração de Jesus para fazer reparação pelos sacrilégios cometidos na abertura da Campanha da Fraternidade.

Um grupo de fiéis organizou neste domingo algo que está se tornando cada vez mais raro, uma Ação de reparação ao Sagrado coração de Jesus, em frente à paróquia onde um padre concelebrou a Santa Missa, na última quarta-feira de cinzas, com um pastor protestante.

Os Sacrilégios aconteceram quando um pastor protestante foi convidado para participar da liturgia da Santa Missa (abertura da Campanha da Fraternidade), porém ao invés de colocá-lo como espectador convidado, colocaram-no como “co-celebrante” no altar ao lado do Sacerdote, no qual rezou parte da oração eucarística, fez a elevação do Corpo e Sangue de Nosso Senhor, e por fim foi convidado pelo pároco para comungar.

Pelas redes sociais alguns dos fiéis deixaram mensagens comentando o ato de desagravo.

Leia também
Sacrilégio: Pastor protestante co-celebra e recebe comunhão na abertura da Campanha da Fraternidade

Leia a mensagem postada pelo Apostolado Santo Inácio de Loyola e em seguida veja algumas fotos do ato:

O Apostolado Santo Inácio de Loyola participou de algo que é quase inexistente na Igreja hoje: Ato de Desagravo!

Todos ficaram sabendo da ofensa pública que Nosso Senhor recebeu na Missa Profanada na ultima quarta-feira em Jundiaí, mas pouquíssimas pessoas cobraram um ato de desagravo por parte do bispo da Diocese de Jundiaí, e o bispo de lá nem ao menos citou a possibilidade em seu pronunciamento sobre o caso.

Nossa indignação não podia ficar somente na internet, por isso fomos lá nos juntarmos aos bravos católicos daquela diocese que foram reparar a ofensa que sofreu Nosso Senhor. Teria sido bom se o bispo tivesse celebrado uma Missa em reparação, ou algum outro sacerdote daquela diocese, mas isso até agora não aconteceu. É claro que rezamos no nosso particular em desagravo, mas uma ofensa pública exige uma reparação pública!!

Essa semana passada um padre de Itú postou um video de 17:30 minutos onde ele se dedica única e exclusivamente a PEDIR PERDÃO pelas ofensas que enventualmente receberam o padre protagonista da profanação e também ao pastor herege, mas em momento algum pediu perdão a Deus pela ofensa. É incrível a mentalidade do clero modernista!!

Deus pode ser ofendido e ultrajado, mas as pessoas não!! Nosso Apostolado seguirá fazendo ações nessa quaresma contra a maldita campanha da fraternidade ecumenica 2021!

@apostsantoinacio

Leia também
Padre que concelebrou com pastor protestante é afastado

Oração:

“Dulcíssimo Jesus, cuja infinita caridade para com os homens é por eles tão ingratamente correspondida com esquecimentos, friezas e desprezos, eis-nos aqui prostrados na Vossa presença, para Vos desagravarmos, com especiais homenagens, da insensibilidade tão insensata e das nefandas injúrias com que é de toda parte alvejado o Vosso amorosíssimo coração.”

Saiba mais
Veja tudo que já foi dito sobre a Campanha da Fraternidade 2021 até agora


Faça uma pausa na leitura para assistir uma formação especial:
Como viver bem a Quaresma?