Categorias
Mundo

Estudo aponta que transgêneros têm vantagem nos esportes femininos

 

Um novo estudo sugere que mulheres transexuais mantêm uma vantagem atlética sobre seus pares cisgêneros, mesmo depois de um ano em terapia hormonal. Os resultados, publicados no mês passado no British Journal of Sports Medicine , podem significar que o atual período de espera de um ano para atletas em transição é inadequado.

As ordens executivas de Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, sobre ideologia de gênero, colocam em risco os esportes femininos, quando abrem caminho para que homens biológicos que se identificam como do sexo oposto, os chamados “trans”, assumam recordes femininos nos esportes.

Uma nova pesquisa do British Journal of Sports, diz que ativistas LGBT estão se juntando a mães e conservadores para lutar contra a competição desleal, sugerindo que os legisladores mantenham a separação entre feminino e masculino nos jogos.

“Acreditamos que todos deveriam ter a oportunidade de competir, mas a paridade atlética para as mulheres exige que os esportes femininos sejam reservados a mulheres biológicas”, diz o grupo Save Women’s Sports.

Um estudo recente divulgado até mesmo pela rede progressista NBC, o doutor Timothy Roberts descobriu que homens que se submetem à transição de gênero continuam tendo vantagem competitiva sob as mulheres, mesmo após algum tempo de tratamento.

O estudo diz que dentro de um ano “as ‘mulheres’ trans, em média, ainda têm vantagem”. A descoberta teria sido feita através do estudo de meses de hormônios e outros tratamentos, demonstrando que os homens em transição ainda eram capazes de fazer mais flexões e correr mais rápido que as mulheres.

A descoberta de Roberts foi feita com militares da Força Aérea que estavam passando pela transição, com tratamentos com hormônios. As Forças Armadas e a Olimpíada são vistas por Roberts como “uma situação comparável, na qual você tem pessoas dando o máximo para manter ou melhorar suas habilidades”.

Texto de Gospel Prime

Leia também
Mais um Transgênero vence torneio mundial feminino, eliminando as chances das mulheres de verdade


Faça uma pausa na leitura para assistir uma formação especial:
Como viver bem a Quaresma?