DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – CAPITALISMO, PROPRIEDADE PRIVADA E “JUSTIÇA SOCIAL”

DOUTRINA CATÓLICA X DOUTRINA DA CNBB – CAPITALISMO, PROPRIEDADE PRIVADA E “JUSTIÇA SOCIAL”

A CNBB (e os partidos de esquerda) ensina que: O capitalismo é mal pois gera “injustiça social”, exclusão, e faz acumular as riquezas nas mãos de poucos em detrimento de uma maioria explorada; que a propriedade privada é um obstáculo à “justiça social”, a qual basicamente consistiria em tirar de quem tem mais para dar a quem tem menos… Por isso são contra a Economia de Livre Mercado e o Agro Negócio, olhando os empresários com desconfiança, em geral, como pessoas injustas, pois se prosperaram foi às custas da exploração do trabalhador, etc, etc, etc…

A DOUTRINA CATÓLICA ensina que:
– A propriedade privada é sagrada e decorrente do direito natural (Papas Leão XIII, Pio XI, Pio XII, João XXIII e outros);
– O Capitalismo, enquanto economia de mercado não é algo mal, mas pode proporcionar a sadia geração de riquezas que a todos beneficia.
-Que, o que é condenável, caso venha a existir, é a exploração injusta ou a instrumentalização do ser humano, o consumismo e o amor desordenado ao dinheiro;
– Que o empreendimento e o enriquecimento são coisas boas, desde de que de modo lícito.

Jesus era pobre e sempre viveu de maneira pobre, por própria opção, mas jamais condenou alguém por ser rico ou possuir bens materiais. Ele condenou o apego que leva a avareza e
o egoísmo.

A Igreja NUNCA pregou o “igualitarismo”, pois sabe que a desigualdade (referente a bens materiais e acidentais) é algo natural, porém condena a injustiça, a ganância e a exploração e fomenta a caridade e a solidariedade, especialmente para com os mais necessitados.

A Igreja sabe que o empreendimento leva a geração de empregos e torna mais acessível os alimentos, bens de consumo e os serviços necessários para uma vida digna.

A maior “exclusão social” é o desemprego, pois priva os indivíduos e famílias do acesso aos bens necessários para uma vida digna.
São os empresários que geram empregos, de modo que quanto mais se facilitar o empreendimento, mais empregos serão criados, gerando bens que a todos poderão beneficiar.

Os católicos irão seguir a doutrina da Igreja ou o socialismo da CNBB?

Equipe Templário de Maria

[trx_blogger style=”classic_3″ info=”” descr=”0″ title=”Veja Também:” subtitle=”Deslize para ver mais…” link=”<a href=”http://www.padrerodrigomaria.com.br/blog”> http://www.padrerodrigomaria.com.br/blog </a>” link_caption=”Saiba mais” cat=”2″ count=”10″ offset=”0″ orderby=”random” order=”desc” scroll=”yes” controls=”yes” animation=”fadeInUp”]

Curta nossa Página: