Categorias
CNBB

Diocese de Limeira se desculpa por falas “inadequadas” de padre contra o Presidente Bolsonaro

 

O padre Edson Adélio Tagliaferro criticou o presidente Jair Bolsonaro durante missa em Artur Nogueira (SP). Disse: “Bolsonaro é “bandido” e que eleitores devem confessar pecado;”

Neste dia 05 de julho, o pároco da Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores afirmou que “o chefe do Executivo “não presta” e que seus eleitores deveriam se confessar pelo pecado de terem votado nele”.

Veja a nota emitida pela diocese a qual ele pertence, se retratando pela fala do sacerdote:

CÚRIA DIOCESANA DE LIMEIRA

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Diocese de Limeira, diante da arnpla repercussào de um trecho divulgado de uma homilia do Revmo. Sr. Pe. Edson Adélio Tagliaferro, pároco da paróquia Nossa Senhora das Dores, na ddade de Artur Nogueira – SP. esclarece que o referido sacerdote presbitero incardinado nesta diocese e tem exercido, há 25 anos, de maneira integra e diligente seu ministério ern favor do povo de Deus que lhe foi confiado.

Infelizmente, uma parte da homilia proferida durante a celebra* do dia 2 de Julho último, que foi transmitida, como exige o momento, por diversos meios de comunica*, ganhou repercussào midiática pelo uso de palavras inadequadas em sua referência ao Exmo. Sr. Presidente da República. Pe. Edson Adélio Tagltaferro reconhece que se excedeu em suas palavras e pede desculpas ao Exmo. Sr. Presidente da República e a todos que se sentiram de algum modo atingidos.

Cabe esclarecer ainda que qualquer °pl.° pessoal e isolada oriunda de um membro do presbitério diocesano, com relaçào a fatos e personagens da politica nacional, nào representa a posição da Diocese de Limeira, que só se manifessó oficialmente na pessoa do seu Bispo Diocesano.

Rogando sobre todos os diocesanos as bênçãos de Deus pela intercessão de Nossa Senhora das Dores, reiteramos que a Igreja “não se identifica com nenhuma ideologia ou partido político” (Mensagem da CNBB ao Povo de Deus aprovada na 56, Assembleia Geral. 19 de abril de 2013).

Dom José Roberto Fortes Palau
Bispo Diocesano de Limeira