Categorias
Brasil

Compositor e Músico católico morre em acidente grave na rodovia BR 280

 

JUNIOR FOGGIATO faleceu no início da tarde de hoje em um grave acidente de automóvel. O jovem católico era organista, organeiro, compositor e administrador do site Partituras Católicas.

Antonio Aloir Foggiatto Junior morreu no acidente que aconteceu no começo da tarde desta terça-feira, 15, na rodovia BR 280, em Três Barras. O acidente aconteceu próximo da ponte da localidade de Rio dos Pardos.

Bombeiros de Canoinhas e Três Barras, Serviço Móvel de Urgência (Samu), além de policiais militares e rodoviários trabalharam no resgate do corpo do rapaz, que ficou preso às ferragens de uma Fiorino. Junior estava sozinho no furgão.

De acordo com o Sargento Scheuer, da PM, que passou pelo local logo depois do acidente, o motorista do caminhão relatou ao sargento que um caminhão de madeira parou sobre a pista, pois iria entrar no sentido ao KM 06/Barra Grande. Foi quando ele, que vinha logo em seguida, não conseguiu segurar e jogou o caminhão para a pista da esquerda, vindo a atingir a Fiorino. “Muitas vezes já presenciei essa situações de caminhões parando ou entrando direto naquele local, é um risco enorme o que esses caminhoneiros estão fazendo, pois veículos pesados ou qualquer outro veículo, devem sair da pista para a direita e somente após, com segurança, fazer a conversão”, alerta o Sargento.

Antonio Aloir Foggiatto Junior tinha 26 anos e deixa esposa e sua pequena filha Cecília. Parte um grandioso colaborador para a restauração da boa música litúrgica no Brasil e um dos fundadores do movimento cecilianista.

Nas redes sociais diversos católicos lamentaram a perda repentina do músico.

Através da conta oficial no Instagram a Banda Terra da Cruz publicou:

Peço, por caridade, orações pela alma do grande músico católico e amigo da banda, Junior Foggiatto. Ele acaba de falecer.

O Foggiatto é um dos poucos músicos católicos que admiro de verdade. Um grande compositor de músicas verdadeiramente litúrgicas e belas, responsável pelo extraordinário apostolado online “partituras católicas”. Conversei muito com ele este ano e recebi muita ajuda mesmo na elaboração de um livro e da Seleta de Músicas que estou finalizando.

Tinha grandes esperanças de ele se tornar um compositor sacro famoso no Brasil. Mas Nossa Senhora quis diferente.

Rezemos por sua alma e por sua família.

– Pedro Agudo Ferraz.

Com informações de jmais.com.br