Categorias
Notícias

Cardeal Sarah: “Nasci em um ambiente pagão e Deus me fez cristão, sacerdote e bispo”

 

O cardeal Robert Sarah, prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, celebrou uma missa de ação de graças pelos 50 anos de sua ordenação sacerdotal e no sábado 28 de setembro na Basílica de São Pedro 40 de sua ordenação episcopal, na qual ele mostrou sua gratidão a Deus pelas obras que realizou nele: “ele me transformou, do nada, em seu humilde servo, em seu amado filho”.

O cardeal Sarah também pediu orações, porque “Eu realmente preciso da sua fé, do apoio da sua amizade e do seu fervor cristão, para me ajudar a agradecer ao Senhor por este dia abençoado”.

De fato, “sou insuficiente demais, estou coberto demais de misérias e pecados, sou apenas nada para ousar me apresentar diante de Deus e expressar minha imensa gratidão por me chamar ao sacerdócio e pelas inúmeras maravilhas que trabalharam em mim por toda a minha vida. “

“Deus surpreende com suas decisões, é maravilhoso e surpreendente em sua generosidade e em seu amor por cada um de nós”, enfatizou.

O cardeal Sarah resumiu brevemente as grandes coisas que Deus fez nele: “Nasci em um ambiente humilde e pobre como o de Nazaré, em uma cultura animista e pagã, e Ele me fez cristão, sacerdote e bispo. Através do batismo e da ordenação sacerdotal, ele me transformou do nada, em seu humilde servo, em seu amado filho. ”

“Aquilo em que me tornei é verdadeiramente obra de Deus e fruto de enormes sacrifícios e renúncias heróicas dos missionários espirituais”. O cardeal também recebeu palavras de agradecimento aos pais.

Leia o que disse o Cardeal Sarah sobre a atual crise na igreja:
A Igreja Católica sofre porque muitos padres perderam o sentido do sagrado

Biografia do Cardeal Sarah

Robert Sarah nasceu em 15 de junho de 1945 na cidade de Ourous, na Guiné Francesa. Em 1957, aos 12 anos, ingressou no Seminário Menor de Santo Agostinho em Bingerville, na Costa do Marfim, onde estudou por três anos.

Desde que as relações entre a recém-independente Guiné e a Costa do Marfim se tornaram tensas, em 1960, ele voltou a estudar em Conakri, na Guiné, no Seminário de Dixinn, até que o governo expropriou as propriedades da Igreja em agosto de 1961.

Depois de estudar apenas uma vez em casa, a Igreja procurou um lugar para Robert Sarah e outros seminaristas em uma escola pública em Kindia em março de 1962. Com as negociações, foi aberto um seminário onde Sarah obteve o ensino médio em 1964.

Em setembro daquele ano, ele foi enviado ao Seminário Maior de Nancy, na França. Mais uma vez, devido às relações tensas, desta vez entre a Guiné e a França, Sarah teve que interromper sua formação. Ele continuou seus estudos em Teologia em Sébikotane, Senegal, onde estudou entre outubro de 1967 e junho de 1969.

Foi ordenado sacerdote em 20 de julho de 1969, aos 24 anos . Ele foi nomeado arcebispo de Conakri em 13 de agosto de 1979, quando tinha apenas 34 anos. Ele recebeu a consagração episcopal em 8 de dezembro do mesmo ano.

Em 1 de outubro de 2001, o Papa São João Paulo II o nomeou Secretário da Congregação para a Evangelização dos Povos. Em 7 de outubro de 2010, foi nomeado Presidente do Pontifício Conselho “Cor Unum”. Um mês depois, o Papa Bento XVI foi criado pelo cardeal.

Em 23 de novembro de 2014, foi nomeado Prefeito da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos.

Robert Sarah é um dos cardeais mais importantes da África e da Igreja universal. Ele é um forte defensor da liturgia, o direito à vida, à família e à liberdade religiosa.

Ele participou do Sínodo dos Bispos da Juventude por ser o chefe do dicastério da Cúria do Vaticano, onde afirmou que “despertar” a doutrina moral católica no campo da sexualidade não atrairá os jovens.

Via ACI Prensa

Leia o que disse o Cardeal Sarah sobre a atual crise na igreja:
A Igreja Católica sofre porque muitos padres perderam o sentido do sagrado