Categorias
Mundo

Cardeal é censurado nas redes após publicar vídeo com denúncias sobre Pandemia

 

O cardeal Juan Sandoval publicou há poucos dias um vídeo intitulado “Conspiração para implementar uma nova ordem social sem Cristo”, onde dá sua opinião sobre a pandemia. Assista o vídeo abaixo:

Como será lembrado há poucos dias, o Facebook e o Twitter fecharam as contas de Donald Trump. Recentemente, o Twitter também censurou as contas de dois padres por motivos injustificados. Após esses encerramentos, muitos usuários protestaram contra a instituição de programas que as redes sociais chamam de “verificadores de fatos independentes”, que censuram ou removem conteúdo que consideram falso.

O cardeal Juan Sandoval Íñiguez, arcebispo emérito de Guadalajara, publicou há poucos dias um vídeo intitulado “Conspiração para implementar uma nova ordem social sem Cristo”, onde dá sua opinião sobre a pandemia. Ele diz que um grupo de elites quer implementar uma nova ordem social e que a pandemia é uma medida para levar a cabo seus planos, “Eles querem impor um governo único, um exército único, uma moeda única, uma economia única e também uma religião única que Não será o cristão, será o da terra. No vídeo, ele também acusa Bill Gates de organizar uma nova pademia.

Assista o vídeo:

O Facebook dá a opção de visualizar o vídeo, mas postou uma mensagem avisando que esse conteúdo é “Informação Falsa”, “Esta postagem repete informações sobre a Covid-19 que verificadores independentes dizem ser falsa”, diz o aviso . Ele também explica os motivos em uma opção chamada “Veja por quê”.

Outras reclamações foram feitas contra o Facebook pelo fechamento injustificado de páginas de usuários.

Muitos usuários afirmam que os fechamentos ou censuras são direcionados arbitrariamente a páginas ou grupos que publicam notícias contra o governo chinês, por exemplo, ou contra uma grande empresa.

Os usuários expressam seu descontentamento e veem isso como um ataque à liberdade de expressão.

O que ele disse:

No vídeo de nove minutos e meio, intitulado “Enredo de uma nova ordem mundial”, o cardeal começa dizendo: “Queridos amigos, isso vai durar muito tempo”.

Esta pandemia não terminará em um ou dois meses, talvez não neste ano, talvez não em três, quatro, cinco, seis anos”, disse ele. “Isso é o que esses homens querem. Será um longo percurso.

É uma situação difícil e difícil, como nunca se viu na história da humanidade”, disse.

Bill Gates é um profeta e prediz o futuro”, ironiza o cardeal, “e não apenas previu a chegada do coronavírus, mas também alertou sobre uma possível futura pandemia de varíola”.

O cardeal Sandoval criticou o fechamento de empresas e serviços como medidas desproporcionais para conter a propagação do vírus durante a pandemia.

O que eles buscam é um governo mundial, uma nova ordem mundial”, afirma.

Eles querem um único governo mundial, um único exército, uma única moeda, uma única economia e também uma única religião – essa certamente não será a religião cristã”, disse ele. “Será a religião da Mãe Terra, em nome da humanidade e da fraternidade universal.

Para isso, as pandemias servem para enfraquecer as nações; eles os empobrecem e os endividam, derrubando suas economias”, disse. “Eles também fragilizam a educação, fechando escolas e substituindo-as pelo ensino a distância.

Essas pandemias também impedem a prática religiosa, como vimos no ano passado”, lembrou. “Eles fecham as igrejas, reduzem o número de pessoas que podem adorar.

Mas, acima de tudo, estão criando medo, um medo terrível entre as pessoas”, alertou.


Faça uma pausa na leitura para assistir uma formação especial:
Como viver bem a Quaresma?