Categorias
Brasil

Campanha de Boicote: “não compre hambúrguer no Burger King”

 

Propagando uma Ideologia “antifamília”, a rede de fast food Burger King usa crianças em campanha LGBT e tem onda de críticas.

Em uma campanha publicitária publicada na quarta-feira (23), o Burger King usou relatos de crianças para apoiar a causa LGBTQIA+. Intitulado “Como explicar?”, o vídeo tem sido alvo de críticas nas redes sociais por usar a imagem infantil para promover a ideologia de gênero.

Assista a crítica do centro Dom Bosco:

A Burguer King passou de todos os limites ao usar crianças em um comercial feito para divulgar a ideologia dos coletivos LGBT. Por isto, seguindo estritamente a doutrina católica sobre o tema, convocamos, por motivos religiosos e morais, a todos os brasileiros de bem. Compartilhem o presente vídeo e mostrem o seu descontentamento contra a rede de fast-food.

Ao longo do vídeo, as crianças compartilham sua visão sobre a diversidade sexual, ao lado de seus responsáveis. “Para mim, todo mundo pode amar todo mundo”, afirma um garoto. “Eu acho que pode se casar com homem, se casar com mulher”, diz uma menina.

Para Juliana Cury, diretora da marca Burger King do Brasil, a campanha busca dar uma “lição” para a sociedade. “O lançamento da campanha tem como objetivo endereçar um ponto de reflexão à população em geral. O preconceito é uma construção social e, com toda a responsabilidade que nos cabe enquanto companhia, conseguimos mostrar que os pequenos carregam o discernimento a partir de um olhar muito sensível e humano”.

“Se a criança tem discernimento para isso, então a maioridade penal deve ser reduzida para 15 anos ou menos”, afirma um deles. “Ótima estratégia de como perder clientes: misture ideologia com crianças”, diz outro. “Respeito é diferente de incentivo. Deus tenha misericórdia…”, outro observa.

No entanto, a leitura social ainda é moldada por seus valores morais. No YouTube do Burger King Brasil, o vídeo já soma mais reações negativas do que positivas. Até a publicação desta reportagem, há 32 mil descurtidas contra 24 mil curtidas. Nos comentários, diversos internautas expressam sua indignação.

Leia também
PODE UMA PESSOA COM TENDÊNCIAS HOMOSSEXUAIS SER UM BOM CATÓLICO?

Clique aqui para acessar o vídeo e deixar o seu deslike 👎🏻