Categorias
Vaticano

Bênçãos para casais gays: o episcopado alemão não aceita “não” como resposta

 

“Não há respostas fáceis” para a questão se os padres devem ou não abençoar os casais homossexuais, assegura o inflexivel Georg Bätzing, presidente da Conferência Episcopal Alemã, diante da clara recusa de Roma.

O Vaticano, por meio da Congregação para a Doutrina da Fé, respondeu a uma pergunta enviada ao dicastério sobre se a Igreja poderia conceder a bênção às uniões de pessoas do mesmo sexo. A resposta foi direta: não. E essa resposta foi aprovada pelo Papa Francisco. Mas isso não desanimou os alemães, que já descartaram outros “nãos” romanos com facilidade enquanto caminham em seu “caminho sinodal” para lugar nenhum.

Para Bätzing, o veredicto da Doutrina da Fé “reflete a doutrina da Igreja expressa em vários documentos romanos”, mas “na Alemanha e em outros lugares do mundo, há muito debater sobre como essa doutrina e o desenvolvimento doutrinário podem ser levantados, em geral através de argumentos viáveis, com base em verdades fundamentais da fé e da moral, reflexão teológica progressiva e também na abertura aos resultados das ciências humanas e às experiências de vida das pessoas de hoje ”, relata CNA em alemão, concluindo que“ não há fáceis respostas a esses tipos de perguntas.”

De fato é difícil aceitar uma resposta contrária, especialmente quando alguém não está disposto a aceitá-la e quando a resposta que seu ‘público’ espera vão em direções muito diferentes. Talvez a Igreja Alemã tenha ido longe demais para recuar facilmente.