Categorias
Mundo

Arquidiocese alemã promove grave sacrilégio no Corpus Christi

 

A arquidiocese de Munique promoveu em suas redes sociais uma amostra na qual diversas fotos de graves sacrilégios são divulgadas como obras de arte, no intuito de demonstrar que “Deus está no meio de nós, em nosso quotidiano”. A amostra gerou muitas críticas, veja as fotos:

A Arquidiocese de Munique, liderada pelo cardeal Reinhard Marx, promoveu através de seu Facebook um “projeto” de dois de seus funcionários, os dois assistentes leigos Michael Raz e Johannes van Kruijsbergen.

Eles criaram um site chamado “Deus – no meio do mundo” ( www.MittenDrin.World ), onde publicaram fotos de uma amostra com o Santíssimo Sacramento colocado em diferentes circunstâncias:

  • em um banco do parque
  • sob uma estrutura de escalada
  • em uma meta de futebol
  • em um armário
  • de um carro da polícia
  • no banco do passageiro sob o cinto de segurança
  • em uma padaria
  • nos braços de uma criança na gangorra
  • em um salão de beleza
  • acima de um caixa eletrônico
  • na faixa de pedestres
  • na sala de aula.

Na postagem a Arquidiocese acrescentou a seguinte descrição:

Corpus Christi é mostrar às pessoas que Deus está entre nós, no meio do mundo, o tempo todo. Foi assim que os especialistas pastorais Michael Raz e Johannes van Kruijsbergen tiveram uma idéia incomum: fotografaram o monstruoso em vários lugares da vida cotidiana.📸😇
Tudo sobre o projeto “Deus – no meio do mundo”: 👉 http://www.mittendrin.world/

E ao perceber as inúmeras críticas acrescentou o seguinte comentário:

Obrigado a todos por essa discussão controversa: tanto os críticos quanto aqueles que, como nós, estão satisfeitos por haver novas abordagens para mostrar que Deus está entre nós, além das representações tradicionais. Não apenas na igreja e procissão.