Categorias
Mundo Notícias

A ONU está alarmada com a falta de acesso a contraceptivos durante a pandemia

Onu diz que haverão mais de 7 milhões de gestações indesejadas.

As Nações Unidas alertaram que “apenas nos próximos meses” sete milhões de mulheres terão gravidezes indesejadas durante a pandemia de coronavírus Covid-19 devido à incapacidade de obter contraceptivos.

Especificamente, de acordo com a organização internacional, se as ordens de confinamento forem realizadas por seis meses, 47 milhões de mulheres em países de baixa e média renda não terão acesso aos contraceptivos modernos .

Nesse contexto, se as quarentenas de coronavírus permanecerem por um ano, pode haver até 15 milhões de gestações indesejadas.

Traduzido de Infocatólica