“Maconha” e “Aborto” promovidos por uma paróquia católica? Como assim?

Pois é, parece absurdo falar sobre maconha e aborto relacionados a uma paróquia católica, mas ultimamente estamos testemunhando muitos absurdos, inclusive relacionados a pessoas de dentro da Igreja.

Este é um assunto grave que aconteceu na Diocese de São Miguel Paulista e vamos apresentar todos os detalhes desta polêmica que já tomou até os grandes meios de comunicação.

Infelizmente, nunca se relativizou tanto as coisas como presenciamos agora. Até mesmo a Santa Igreja, que sempre foi referência de tradição e confiança, está sofrendo com estes ataques contra as verdades fundamentais e a relativização do sagrado.

Não há como negar “que o ateísmo fez naufragar na fé grande número de fiéis, de que a dessacralização entrou no templo santo de Deus, não poupando nem sequer bom número de nossos irmãos Sacerdotes, e de que o mal e o pecado inundam cada vez mais o mundo.”

Trecho do ato de consagração ao Imaculado Coração de Maria (MSM)

Assista ao vídeo abaixo e entenda o “fuzuê” que está acontecendo em uma paróquia da diocese de São Miguel Paulista, onde o Padre Ticão, que é conhecido por defender o uso da Canabis (maconha medicinal), permitiu que acontecesse um evento cujo tema era Ideologia de Gênero e quem ministraria esta palestra seriam membros de uma ONG feminista pró-aborto.

Depois de assistir ao vídeo, visite nosso artigo que conta mais detalhes sobre tudo que você precisa saber sobre sobre o que está acontecendo nesta paróquia, clicando neste link:

Tudo que você precisa saber sobre os protestos contra ONG pró-aborto em uma paróquia católica.

 

Ajude a manter nosso apostolado. Clique aqui para visitar nossa Loja Virtual

 

Leia também: Porque muitos, mesmo dentro da Igreja, estão a caminho do inferno