Categorias
Brasil

Lula agradece ao Papa Francisco por tê-lo recebido

 

Em um discurso pronunciado nesta quarta-feira, 10 de março, o ex-presidiário Luiz Inácio Lula da Silva agradeceu ao Papa Francisco por tê-lo recebido no Vaticano, em um encontro ocorrido em fevereiro de 2020. Assista uma análise completa sobre o que significou este encontro.

“Meus agradecimentos ao nosso querido Papa Francisco, não só porque ele mandou uma pessoa me visitar em Curitiba para me mandar uma carta. E depois eu recebi a carta do Papa, além dos belos pronunciamentos do Papa em vários momentos, e o fato de o Papa ter a coragem de me receber no Vaticano”, disse Lula.

A declaração foi dada durante o discurso na sede do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo (SP). Este foi o primeiro pronunciamento do petista após o ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), anular suas condenações pela Justiça Federal do Paraná na Operação Lava Jato, por entender que a 13ª Vara de Curitiba não tinha competência para analisar os casos.

“O Papa Francisco é inegavelmente o religioso mais importante que temos neste momento”, acrescentou Lula durante seu discurso.

O agradecimento de Lula ao Papa Francisco também foi registrado no Twitter do petista, onde escreveu: “Quero agradecer ao Papa Francisco (@Pontifex_pt) que quando eu estava preso fez questão de me enviar uma carta. E por me receber no Vaticano assim que deixei a prisão para uma conversa sobre o combate à fome e à desigualdade”.

Antes de continuar a leitura, assista uma análise completa sobre o que significou este encontro:

encontro ao qual o petista se referiu ocorreu em 13 de fevereiro de 2020, na Casa Santa Marta, onde o Pontífice reside. Naquela ocasião, fontes diplomáticas afirmaram que Lula visitava o Santo Padre na qualidade de cidadão e não de ex-mandatário.

Essa visita se deu através da mediação do presidente argentino Alberto Fernandez, o qual levou ao Pontífice o pedido de Lula que expressou o desejo de conhecê-lo, após o período em que esteve preso em Curitiba (PR).

“A minha visita teve como objetivo principal discutir com o Papa Francisco a questão da desigualdade e a questão da sua luta na defesa de uma boa política ambiental”, disse Lula na época.

Fonte: ACI Digital