Categorias
Campanha da Fraternidade

Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia comunica seu deligamento do CONIC

Após as intensas polêmicas envolvendo valores anticristãos na Campanha da Fraternidade Ecumênica de 2021, a Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia comunica o seu desligamento do CONIC.

Nesta quinta-feira a Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia no Brasil publicou um comunicado datado de 16 de fevereiro no qual comunicam seu desligamento Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil (CONIC).

No comunicado eles ressaltam que, segundo sua compreensão, o papel do movimento ecumênico não visa a desconstrução dos valores cristãos, a relativização das verdades fundamentais de nossa fé ou a desqualificação de nossas realidades históricas e espirituais.

De acordo com a nota, os motivos principais para o desligamento foram que, em diversas temáticas e questões trabalhadas e executadas pela referida entidade, não se sentiram plenamente contemplados e respeitados e que a abordagem, midiática e prática, de determinados temas mostrou-se inúmeras vezes trabalhada sob perspectivas com as quais não compactuam.

Com essa saída, o CONIC passa a ser formado apenas por seis membros:  Igreja Católica Apostólica Romana, Igreja Cristã Reformada, Igreja Episcopal Anglicana do Brasil (IEAB), Igreja Metodista, Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB) e Igreja presbiteriana Unida (IPU).

Observando a atitude exemplar deste comunicado, diversos católicos foram às redes sociais comemorar esperançosos de que o núncio da Igreja Católica Apostólica Romana no Brasil seja um dos próximos a comunicar o desligamento, uma vez que também os valores essenciais da fé Católica foram gravemente ultrajados com a Campanha da Fraternidade.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia abaixo o comunicado na íntegra:

Saiba mais
Veja tudo que já foi dito sobre a Campanha da Fraternidade 2021 até agora


À Diretoria do CONIC — Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil
Que a paz esteja convosco!

Prezados (as),

“Tomai, portanto, a armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. Ficai alerta, à cintura cingidos com a verdade, o corpo vestido com a couraça da justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da paz” – Efésios 6,13-15

Nossa Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia — Patriarcado de Antioquia e Todo Oriente, é uma ativa incentivadora e promotora de ações em prol do diálogo e da paz, tanto entre as diversas confissões cristãs em todo o mundo bem como com outras religiões não-cristãs. Também somos protagonistas e apoiadores de ações concretas de assistência e caridade aos mais fragilizados, especialmente aos refugiados, assim como às ações de promoção a justiça social e ao bem comum. Somos membros do CMI — Conselho Mundial de Igrejas e do Conselho das Igrejas do Oriente Médio (MECC), além de outras iniciativas regionais, abundantemente divulgadas pelos meios de comunicação em todo o mundo.

Acreditamos sim no diálogo, no respeito e no acolhimento. Acreditamos sim que nossas Igrejas têm como missão (São Mateus 25,31-40) inseparável ao anúncio do Santo Evangelho a promoção da paz (Romanos 14,19), da justiça (São Mateus 5,6), da igualdade (Gálatas 3,28) bem como o dever de emergir contra toda violência (1′ Tessalonicenses 5,22) e contra toda exploração (Provérbios 28,16; 29,2).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Participamos, portanto, do movimento ecumênico por compreendermos (e agirmos segundo a compreensão) que seu papel não visa a desconstrução dos valores cristãos, a relativização das verdades fundamentais de nossa fé ou a desqualificação de nossas realidades históricas e espirituais. Ao contrário, acreditamos sim que o diálogo pode e deve levar os cristãos a encontrar pontos convergentes e mutuamente sensíveis em suas realidades eclesiais particulares, onde as diversas comunidades cristãs possam trabalhar plenamente em conjunto, concomitantemente ao respeito e ao inalienável direito de permanecerem firmes em sua forma de crer e se expressarem-se a partir de suas perspectivas de fé.

Consideramos que, desde seu ingresso, a participação de nossa Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia no Brasil nos organismos ecumênicos, em particular no CONIC — Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil, não se apresentou de forma a expressar concretamente o princípio de equidade das igrejas-membro, em particular e, especialmente, à nossa Igreja; que em diversas temáticas e questões trabalhadas e executadas pela referida entidade não nos sentimos plenamente contemplados e respeitados; que a abordagem, midiática e prática, de determinados temas mostrou-se inúmeras vezes trabalhada sob perspectivas com as quais não compactuamos, de acordo com nossa fé e tradição e no exercício de nosso direito à liberdade religiosa, favorecendo narrativas, novamente, em detrimento do princípio de equidade; bem como, em inúmeros casos, na falta da recíproca abertura à convivência respeitosa e fraterna das igrejas-membro, COMUNICAMOS que:

Nós, da Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia no Brasil — ISOA — Arquidiocese Sirian Ortodoxa de Brasília e Todo Brasil e América Latina, bem como suas respectivas correspondentes jurídicas (ICOSB — ASFAC -partes inseparáveis de nossa Igreja no Brasil), a partir da presente data, voluntariamente nos DESLIGAMOS do CONIC — Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil.

Não obstante, continuamos abertos ao diálogo e ao respeito mútuo, dado que ambos não são propriedade particular de qualquer igreja ou entidade, desde que fundamentados nos princípios já apresentados, os quais não estão para nós sob discussão de mérito. Aos nosso clero bem como a todos os fiéis das paróquias, comunidades missionárias e obras sociais da Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia no Brasil, pedimos que continuem a serem promotores da paz e sem medo do diálogo (São João 16,33) sem, contudo, jamais abrir mão da verdade (São João 17,15-17) e da fé (Gálatas 5,5).

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

No Amor de Cristo,
Dom Tito Paulo George Hana
Arcebispo e Núncio Apostólico


 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE