Categorias
Brasil

Depoimento: Jovem assassinada em SP tinha pacto para matar padres

 

Em depoimento, suspeito disse que o plano da jovem assassinada era matar padres, ajudada pelo “amigo” (ele próprio) que conheceu pela Internet, para acabar com o cristianismo. A vítima teria desistido da ideia e por isso foi assassinada.

De acordo com o jornalismo do SBT, um jovem de 18 anos foi preso na última segunda-feira (22) após confessar à Polícia que havia assassinado a facadas uma garota de 19 anos. Em depoimento, Guilherme Alves disse que os dois teriam feito um pacto para matar padres. O caso ocorreu em Pirituba, na zona norte de São Paulo (SP).

Testemunhas disseram que a garota conheceu o suspeito em jogos na internet. De acordo com as investigações, no mesmo dia em que eles se conheceram, dormiram juntos na casa do acusado.

Guilherme contou que ambos tinham feito um pacto para assassinar os religosos e, consequentemente, acabar com o cristianismo, mas como a vítima desistiu da ideia, foi atacada na região do peito com um punhal que seria usado para assassinar os sacerdotes.

O rapaz gravou um vídeo em que confessa o crime logo após praticar o ato e divulgou as cenas do assassinato nas redes sociais.

“Bom, vocês estão achando que é tinta, montagem, ou algo do tipo, mas não é. Eu realmente matei ela”, disse ele, com frieza, na gravação. A polícia não divulgou o nome da vítima.

Assista a reportagem:

Fonte: Jornalismo do SBT

Leia também
A NECESSIDADE DE UMA NOVA CRUZADA E A QUESTÃO DA LEGÍTIMA DEFESA