Categorias
Análise e Opinião

Análise | Corona Vírus: desgraça e libertação para o povo chinês

Realmente muito séria toda a situação do chamado Corona Vírus e a pandemia que se está desenhando.

A situação é muito mais grave do que estão mostrando nos grandes meios de comunicação, sempre bajuladores da China revolucionária, inspiradora oposição para os esquerdeopatas, eternos opositores dos Estados Unidos.

Seria realmente muito ingênuidade esperar sinceridade por parte de um governo comunista. Eles NUNCA tiveram a verdade por princípio. Entretanto, pode ser que essa desgraça venha representar o início da libertação do povo chinês e o desmascarar do governo totalitário e sanguinário que ali está.

Há muito tempo a China tem enganado a todos com auxílio da imprensa mundial que é controlada pelos globalistas: esquerdistas e revolucionários.

A imprensa internacional, reproduzindo as informações fornecidas pelo departamento de propaganda do regime comunista, em geral, se limitou a mostrar o progresso econômico da China, silenciando sobre o caráter desumano e opressor daquele governo ditatorial que têm conduzido aquele país com mão de ferro há mais de 70 anos, silenciando e eliminando qualquer crítico ou opositor; proibindo a liberdade de expressão e o livre acesso a informações; negando ou restringindo muito o direito de ir e vir de seus cidadãos; mantendo-se no poder às custas do medo, da intimidação e da opressão aos seus cidadãos; mantendo toda uma nação sob o regime de escravidão.

Mesmo, muitos sedizentes “de direita” e também “conservadores”, compraram a narrativa do progresso econômico chinês como algo bom para o mundo, fechando os olhos para as atrocidades que ocorrem em um país governado por um único partido comunista que não admite concorrência nem divergência, que nega a seu povo o exercício do direito mais fundamental de um ser humano que é a LIBERDADE… que o digam os mais de 2 milhões de cristãos e budistas presos por causa de sua fé, sem contar todos os outros presos e mortos que ousaram divergir ou criticar o regime: os mais de 70 milhões de mortos para instalar e consolidar o regime comunista na China dão conta disso.

Talvez a desgraça que está sendo gerada por toda essa situação faça despertar e unir o povo chinês e sirva para conscientizar o mundo (incluindo o Vaticano) que não se pode apoiar ou tolerar um regime que oprime e massacra seu próprio povo.

Templário de Maria

Leia também: