Categorias
Mundo Política

Eutanásia é aprovada pelo Parlamento de Portugal

 

Em mais avanço da cultura da morte, o Parlamento Português aprovou, após longo debate, pela despenalização da “morte assistida”, eufemismo para assassinato dos indivíduos mais fragilizados, graças ao voto majoritário dos deputados socialistas e do Bloco Esquerda.

(InfoCatólica) O Partido Socialista (PS, 108 deputados) e o Partido Social Democrata (PSD, 79) deram liberdade de voto aos seus deputados.

O projeto PS recebeu 127 votos a favor dos 222 deputados presentes (8 estavam ausentes), enquanto o segundo mais votado, apresentado pelo Bloco, obteve 124. Ambos os projetos são essencialmente coincidentes, pelo que se espera que a lei final seja aprovada. e aprovado pelo parlamento português.

Se a lei for aprovada, será necessária a aprovação do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, que não deverá exercer seu direito de veto.

Oposição da Igreja

A Igreja Católica em Portugal manifesta sua oposição à descriminalização da eutanásia há anos, usando os argumentos do Magistério sobre o assunto. 

Além disso, a hierarquia católica portuguesa quer promover um referendo sobre o assunto, para o qual é necessário coletar 60.000 assinaturas. Esse também é o compromisso da Federação Portuguesa da Vida 

No entanto, se as assinaturas necessárias forem finalmente obtidas, é altamente provável que as pesquisas ratifiquem a legitimidade democrática da eutanásia . Todas as pesquisas indicam que o apoio a ele é de cerca de 50%, enquanto apenas um quarto é radicalmente contrário, deixando outros 25% indecisos , o que dificilmente bloqueará o lado dos defensores da vida.

ALERTA PARA O TEMPO DE ELEIÇÕES!

Espere, não vá embora ainda! Clique aqui para assistir uma formação essencial para nós católicos neste tempo de eleições: Como um cristão deve votar? Assista e compartilhe este vídeo com seus amigos e familiares: